Enviados para serviço (Anjos – parte 2)

Mike Parsons

“Paradiso Canto 31” por Gustave Doré
“Paradiso Canto 31” por Gustave Doré

Todos os milagres que Jesus operou, Ele os fez como homem, e como precursor da igreja que estava por vir. Havia céus abertos sobre a vida de Jesus. Ele viveu nas duas dimensões, conectando terra e céu, e anjos faziam parte dessa conexão. Os anjos estavam ativamente envolvidos em tudo o que o Senhor fazia, desde o anúncio do Seu nascimento até o túmulo vazio. Esta era a dimensão sobrenatural com qual Jesus interagia, e se nós iremos fazer “obras maiores do que estas” (João 14:12), então certamente precisaremos interagir com essa dimensão da mesma maneira que Ele fez.

Assim na terra como no céu

Jesus morreu para que pudéssemos receber a nossa herança. Essa herança é tanto terrena quanto celestial, e tanto natural quanto sobrenatural, em linha com o propósito eterno de Deus de que o homem traga o governo de Deus sobre toda criação:

Venha o teu Reino.
Que a tua vontade seja feita aqui na terra como é feita no céu! (Mat 6:10)

Ao longo da história da igreja o inimigo tem cegado nossos olhos e nos convencido de que somos fracos, sem poder e ineficazes. Se começarmos a acreditar na verdade de quem realmente somos, nossa identidade como filhos de Deus, e co-herdeiros de Cristo que tem autoridade nos céus e na terra, então nossa vida se tornará um portal para os céus se manifestarem na terra, assim como foi a vida de Jesus.

Vimos no post anterior que a geração de Josué foi chamada para trabalhar com os anjos nas regiões celestiais. A ‘terra prometida’ que estamos entrando é a plenitude da nossa herança física e espiritual, que o Senhor reservou para nós. Josué encontrou com um anjo (o capitão das hostes angelicais do Senhor) que veio e deu a ele a revelação do céu, e com o céu aberto sobre nossas vidas, deveríamos esperar que o mesmo acontecesse conosco.

Espíritos ministradores

Se anjos são ‘espíritos ministradores, enviados para serviço a favor dos que hão de herdar a salvação’ (Heb 1:14 RA), então eles devem estar bem entediados, porque a maioria de nós não tem nenhuma conexão com eles. Nós somos aqueles que ‘hão de herdar a salvação’, mas quantos de nós estamos ativamente requisitando a ajuda de anjos diariamente?

Que tipo de serviço queremos que eles prestem para nós? Queremos que eles tragam bênçãos, favor, cura para nós ou para outros? Queremos que eles ministrem a nossa família, filhos, amigos e colegas de trabalho? Eles são mensageiros, adoradores, guerreiros e mais. Precisamos abrir nossa perspectiva a esse respeito, e ampliá-la, porque eles têm tanto a nos oferecer. Deus quer aumentar nosso entendimento – e experiência – em relação aos anjos, a fim de que possamos fazer as coisas que o Senhor fez.

Quando nosso netinho esteve seriamente doente, oramos para que anjos cercassem o quarto dele no hospital, e que o espírito de morte não tivesse poder naquele lugar. Quando íamos lá podíamos sentir a presença angelical, porque nós havíamos enviado eles. E a recuperação dele foi surpreendente para todos do hospital.

Atributos pessoais de Deus

Sempre que um atributo de Deus é mencionado anjos são liberados no lugar, trabalhando como mão, braço ou olhos do Senhor. Deus é espírito e não tem um corpo físico. Quando Ele aparece pessoalmente, Ele vem em uma nuvem escura para nossa proteção. Sendo assim, são os anjos que executam as ações de Deus e trazem a revelação do Senhor como pessoa ao homem.

A ação do Espírito Santo é frequentemente confundida com a ação dos anjos. Um argumento que vocês ouvirão de pessoas, que não acreditam que devemos trabalhar com os anjos, é o seguinte: “Não precisamos de anjos, porque Deus enviou o Espírito Santo”.

O Espírito Santo é Deus. Ele foi “enviado” uma vez, no dia de Pentecostes, para vir e encher a igreja. Nós experimentamos isso quando nascemos de novo e somos batizados no Espírito Santo. Ele é o nosso Guia interior, Consolador, e Conselheiro, e nos traz uma sensação de amor, alegria e paz. Além disso, o Espírito Santo nos mostra que somos filhos amados, e nos dá poder e unção para que possamos cumprir nossa missão. Não estou minimizando a importância do Espírito Santo.

No entanto, Deus usa anjos para executar sua obra. Sendo assim, eu acredito que o tremor, calor, eletricidade, fragrâncias e outras experiências que temos durante a adoração é na verdade a presença de anjos. “Mas isso é Deus”, você pode dizer. Eu concordo, é Deus usando anjos para manifestar essas coisas para que possamos experimentá-las.

O anjo do Senhor

Ali o Anjo do SENHOR apareceu a ele numa chama de fogo no meio de um espinheiro. Moisés viu que o espinheiro estava em fogo, porém não se queimava… Quando o SENHOR Deus viu que Moisés estava chegando mais perto para ver melhor, ele o chamou do meio do espinheiro e disse: —Moisés! Moisés! —Estou aqui—respondeu Moisés. (Ex 3:2,4)

Quanto disso foi o anjo e quanto disso foi Deus? Acredito que tudo foi o anjo – e que tudo foi Deus, usando o anjo para falar com Moisés.

O Anjo da Sua presença

Em toda a angústia deles, foi ele angustiado, e o Anjo da sua presença os salvou; pelo seu amor e pela sua compaixão, ele os remiu, os tomou e os conduziu todos os dias da antiguidade (Isa 63:9).

Nós podemos sentir a presença de Deus quando estamos na presença de seres angelicais. Anjos transmitem a presença do Senhor para nós. O Anjo da Sua presença pode trazer amor, e misericórdia – e, de acordo com as escrituras, redenção e salvação.

A mão do Senhor

Aí a mão de alguém me levantou, e eu fiquei de joelhos, apoiando-me nas palmas das mãos. E o anjo me disse: — Daniel, Deus o ama muito e me mandou falar com você. Fique de pé e preste atenção no que vou dizer. Então eu fiquei de pé, tremendo dos pés até a cabeça. (Dan 10:10-11)

Quando trememos e somos sacudidos, estamos sendo tocados por um anjo?

Os olhos do Senhor

Porque, quanto ao SENHOR, seus olhos passam por toda a terra, para mostrar-se forte para com aqueles cujo coração é totalmente dele; nisto procedeste loucamente; por isso, desde agora, haverá guerras contra ti. (2 Cron 16:9)

O temor do Senhor

O meu anjo irá adiante de vocês e os levará até a terra… — Farei com que os povos que são contra vocês tenham medo de mim. Farei com que haja confusão entre os povos contra quem vocês vão lutar e farei com que os inimigos fujam de vocês. (Ex 23:23,27)

Deus enviou seus anjos à frente do seu povo quando eles entraram na Terra Prometida. Quando buscamos entrar na nossa herança, podemos ter certeza que anjos irão na nossa frente preparando o caminho.

A Palavra do Senhor

… eu, o profeta Zacarias, filho de Baraquias e neto de Ido, recebi uma mensagem de Deus, o SENHOR. Naquela noite, tive uma visão e nela vi um anjo do SENHOR montado num cavalo vermelho. O anjo estava parado num vale, no meio de umas moitas, e atrás dele estavam outros anjos montados, uns em cavalos vermelhos, outros em cavalos baios, e outros em cavalos brancos. Perguntei ao anjo que falava comigo: — Meu senhor, quem são esses anjos montados em cavalos? Ele respondeu: — Eu vou lhe dizer. Aí o anjo que estava no meio das moitas disse: — Eles são os anjos que o SENHOR Deus enviou para andarem pelo mundo inteiro.

Nós vimos os anjos sendo comissionados e enviados. Não há nada errado em pedir a Deus para fazer isso por nós, principalmente quando somos bebês espirituais. Mas quando amadurecermos, começaremos a entender que temos autoridade para enviar anjos nós mesmos.

Quantos anjos existem?

Jesus disse que num instante ele poderia chamar mais de doze legiões de anjos, ou seja, mais de 72.000 (Mat 26:53). Se somos co-herdeiros de Jesus, quantos podemos chamar? Mas o inimigo quer nos manter inofensivos, por isso nunca fomos ensinados a pensar assim.

Hebreus fala de milhares de anjos (Heb 12:22). E há 10.000 x 10.000 = 100 milhões de anjos ao redor do trono no céu (Ap 5:11).

Se os anjos são tão numerosos como as estrelas do céu (veja Ap 12:4), há bilhões de estrelas na nossa Via Lactea, e entre 1022 e 1024  estrelas no Universo (ou seja o número 1 com 22 e 24 zeros do lado). Isso é muito anjo.

Não são todos eles espíritos ministradores, enviados para serviço a favor dos que hão de herdar a salvação? (Heb 1:14, sublinhado meu).

Deus fez os anjos, e fez para nós.

Outros artigos de Freedom ARC
Artigo original (em Inglês)
Outros artigos (em Inglês)

Espíritos Ministradores (Anjos – parte 1)

Mike Parsons
with Jeremy Westcott – 

24. A geração de Josué trabalhará com os anjos nas dimensões celestiais.

Estando Josué ao pé de Jericó, levantou os olhos e olhou; eis que se achava em pé diante dele um homem que trazia na mão uma espada nua; chegou-se Josué a ele e disse-lhe: És tu dos nossos ou dos nossos adversários? Respondeu ele: Não; sou príncipe do exército do SENHOR e acabo de chegar. Então, Josué se prostrou com o rosto em terra, e o adorou, e disse-lhe: Que diz meu senhor ao seu servo? (Josué 5:13-14 RA)

Geralmente, quando lemos essa passagem, a frase “levantou os olhos e olhou” passa despercebida. Mas ela é importante, pois sugere que Josué não estava olhando para nossa dimensão terrena, mas sim para outra dimensão. Há pelo menos 283 referências sobre anjos na Bíblia, sendo 107 no Antigo Testamento, e para surpresa de muitos 176 no Novo Testamento. Quando eles aparecem na terra geralmente trazem uma mensagem de Deus para os homens. De fato a palavra grega para anjo é angelos e a palavra hebraica é malak, e ambas significam ‘mensageiro’. Sendo assim, não é de se estranhar que Josué esperasse que um anjo trouxesse uma mensagem para ele.

Os anjos estão por ai há muito tempo. Nós fomos criados a imagem de Deus como um espírito eterno com a habilidade de acessar as dimensões espirituais. Mas antes de Deus criar o homem, Ele criou os anjos.

“Onde estavas tu, quando eu lançava os fundamentos da terra? Dize-mo, se tens entendimento… quando as estrelas da alva, juntas, alegremente cantavam, e rejubilavam todos os filhos de Deus?” (Jó 38:4,7 RA)

Com certeza você encontrará muitas pessoas que já tiveram alguma experiência com anjos. Alguns, porém, tem receio de interagir com eles. Mas os anjos estão presentes em toda Bíblia, no Antigo e no Novo Testamento, com tarefas e aparências diferentes, dessa forma seria estranho se não tivéssemos essa experiência nos dias de hoje.

O que são os anjos?

Ainda, quanto aos anjos, diz: Aquele que a seus anjos faz ventos, e a seus ministros, labareda de fogo;… Não são todos eles espíritos ministradores, enviados para serviço a favor dos que hão de herdar a salvação? (Hebreus 1:7,14 RA).

Toda vez que encontramos ventos e chamas nas escrituras, tal como no dia de Pentecoste, é bem provável que anjos estão por ali. E cada pessoa tem um anjo que é responsável por ela, mesmo antes de se tornar cristã. Eles estão presentes ativamente em nossas vidas, nos livrando do mal. Algumas vezes eles têm que fazer hora extra.

Deus mandará que os anjos dele cuidem de você para protegê-lo aonde quer que você for. (Salmo 91:11)

Ian Clayton oferece uma lista com descrições, nomes e títulos dos anjos:

Anjos da guarda
Arcanjos
Serafim
Querubim
Seres viventes
Dominadores
Virtudes
Potestades
Autoridades
Principados ou governadores (Deus tem espíritos territoriais, assim como o inimigo)
Julgamento
Vigilante
Salvação
Glória
Guarda
Rolo
Leões
Selo
Mandato
Comissão
Arte
Graça
Santidade
Cura
Reunião
Unção
Provisão
Manto
Adoração
Tesouro
Finanças
Fragrância
Reavivamento
Portal
Libertação
Guerra
Sabedoria
Pilares
Comandados
Caçadores
Colheita

Maldade nas regiões celestes

A third of the angels fell with satan: some of those fallen angels occupy places in the realms of heaven and in the atmosphere of the earth:

Um terço dos anjos caiu com satanás. Alguns desses anjos caídos ocupam posições nas regiões celestes e na atmosfera da terra:

Pois nós não estamos lutando contra seres humanos, mas contra as forças espirituais do mal que vivem nas alturas, isto é, os governos, as autoridades e os poderes que dominam completamente este mundo de escuridão. (Efésios 6:12)

…nos quais andastes outrora, segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe da potestade do ar, do espírito que agora atua nos filhos da desobediência (Efésios 2:2RA).

Um terço caiu. Isso significa que Deus tem o dobro de anjos, que também trabalham nessas regiões. Nós também devemos entrar nas regiões celestiais trazendo luz ao invés de trevas.

A seguir algumas características dos anjos (você pode clicar nesses links e ler as escrituras):

Você pode ver vários tipos de imagens de anjos e de atividade angelical na nossa pasta Pinterest, ‘Angels’.

Os anjos são descritos de maneira diferente dependendo do contexto. Aqueles que ministram ao redor do trono de Deus no céu, ou fazem parte do exército de Deus são chamados de “filhos de Deus”, “santos”, e “exército de anjos”, para mostrar o status deles como seres celestiais e enfatizar a grandeza, o poder, e os atos de Deus.

Nas aparições terrenas o foco do texto está geralmente na mensagem, sendo assim raramente o mensageiro é descrito com detalhes. De fato eu não encontrei uma única descrição que mencione anjos voando ou com asas. A maioria deles aparece em forma humana. Com certeza você já ouviu várias histórias que fala de anjos pedindo carona, ou estranhos misteriosos que oferecem ajuda e desaparecem logo depois do evento, é por essa razão que Hebreus diz:

Não deixem de receber bem aqueles que vêm à casa de vocês; pois alguns que foram hospitaleiros receberam anjos, sem saber. (Heb 13:2)

Cercado por um exército de anjos

Eu tenho lido sobre muitos missionários aos quais foi contado o seguinte: “a primeira vez que você veio aqui nós iríamos te matar, mas você tinha soldados de protegendo”. Essa experiência moderna é do mesmo tipo que Eliseu teve:

Eliseu disse: —Não tenha medo, pois aqueles que estão conosco são mais numerosos do que os que estão com eles. Então orou assim: —Ó SENHOR Deus, abre os olhos do meu empregado e deixa que ele veja! Deus respondeu à oração dele. Aí o empregado de Eliseu olhou para cima e viu que ao redor de Eliseu o morro estava coberto de cavalos e carros de fogo. (2 Reis 6:16-17)

Um portal que se abre

Eu pedi a Urandiel, o anjo de nossa igreja, para abrir os céus aqui na Freedom Church. Em outra ocasião tive contato com Metatron, e ele me deu uma chave de ouro para abrir os olhos das pessoas, para que elas pudessem ver o que estava acontecendo no salão.

Bandeiras e banners, música, luz e cores tem um efeito nessa dimensão. Essas coisas mudam a atmosfera e trazem uma movimentação. Às vezes colocamos bandeiras no chão e vários tipos de anjos se manifestam sobre cada uma delas. Temos um portal que se abre, uma pista de aterrissagem para anjos, e sentimos a presença deles quando eles sobem ao céu e descem na terra. Algumas vezes eles se juntam a nós enquanto cantamos.

Deus não quer que isso aconteça somente em uma igreja local, Ele quer que cada um de nós tenha essa experiência.

Outros artigos de Freedom ARC

Artigo original (em Inglês)

Outros artigos (em Inglês)

 

Características da Geração de Josué (#36-40)

celestiaisMike Parsons
with Jeremy Westcott 

  1. A Geração de Josué trará a revelação de que onde a próxima geração colocar os pés eles irão possuir

Essa possessão não será somente nesse mundo, será também nas regiões celestiais. O Senhor destinou para nós uma herança tanto terrena quanto espiritual.

Então, Moisés, naquele dia, jurou, dizendo: Certamente a terra que pisou o teu pé será tua e de teus filhos, em herança perpetuamente; pois perseveraste em seguir o SENHOR, meu Deus.(Josué 14:9 RA)

Como sabemos a herança do Senhor não se restringia a um pedaço de terra, ela abrangia o mundo todo. ‘Deus prometeu a Abraão e aos seus descendentes que o mundo ia pertencer a eles…’ (Romanos 4:13). E Jesus disse que toda autoridade foi dada a Ele tanto no céu quanto na terra (Mateus 28:18-20).

Toda criação geme enquanto aguarda a manifestação dos filhos de Deus. Quando você assumir seu lugar como filho de Deus nas regiões celestes, você vai começar desfrutar de sua herança, que é toda criação. E você descobrirá que pode ir a qualquer lugar da criação, você verá as galáxias. Jesus disse que faríamos tudo o que Ele fez, dessa forma você pode ir e fazer o mesmo, e fará, sim, na eternidade.  Isso inclui até mesmo criar galáxias, pois quem criou as estrelas e as galáxias? No entanto, se você acessar as dimensões celestes principalmente as cortes, você poderá fazer o que Jesus fez e coisas maiores agora.

Nas cortes dos céus recebemos documentos que nos dão autoridade para agir aqui na terra. Se não formos às cortes do céu, não receberemos a autoridade necessária para executar nossa missão. E é esta a razão pela qual muitas vezes não conseguimos fazer coisas que deveríamos fazer.

Sim, isso acontecia porque não sabíamos o que deveríamos fazer, mas agora sabemos.

  1. A Geração de Josué irá inspirar um desejo ardente de amar a Deus, andar em Seus caminhos, e servi-Lo com todo seu coração e sua alma.

Obedeçam com muito cuidado ao mandamento e à lei que Moisés, servo do SENHOR, lhes deu. Amem o SENHOR, o Deus de vocês, façam a vontade dele, obedeçam aos seus mandamentos, fiquem ligados com ele e o sirvam com todo o coração e com toda a alma. (Josué 22:5)

Portanto, empenhai-vos em guardar a vossa alma, para amardes o SENHOR, vosso Deus. (Josué 23:11 RA)

Deus odeia mistura e mornidão – e nós também. A geração de Josué precisará de diligência, autodisciplina e perseverança, com isso se tornará tão focada em andar nos caminhos do Senhor e servi-Lo de todo coração, que fará a diferença e todos vão notar. O amor de Deus se tornará nossa paixão, e queimará em nossos corações de tal maneira que será impossível para nós oferecer para Ele nada menos que nossa completa obediência e dedicação. Deus prometeu a Josué, o sumo sacerdote, acesso às regiões celestes se ele andasse em Seus caminhos e obedecesse a suas leis, e nós sabemos que essa oferta se estende a nós (Zac 3:1-7). E quando provarmos isso, como poderemos voltar atrás?

  1. A geração de Josué irá alertar a próxima geração sobre o perigo de fazer concessões e de voltar atrás.

Há um grande perigo se você a ver tudo isso e escolher voltar atrás. Ian Clayton tem falado sobre como o espírito do anticristo está naqueles que um dia estiveram na igreja, mas decidiram se afastar para semear falsos ensinos. Uma vez que chegarmos a Terra Prometida, não há mais volta.

Mas, se vocês não forem fiéis a ele, e fizerem amizade com os povos que ainda estão aí, e casarem com essa gente, podem ficar certos de que ele não expulsará mais esses povos do meio de vocês. Pelo contrário, eles se tornarão perigosos para vocês, como se fossem precipícios, armadilhas, chicotes nas costas ou espinhos nos olhos. E isso continuará até que vocês desapareçam desta boa terra que o SENHOR, nosso Deus, lhes deu. (Josué 23:12-13)

  1. A geração de Josué dará à próxima geração a responsabilidade de nunca parar de lutar.

A guerra continuará até que o Reino de Deus e a glória do Senhor encham a terra, e Jesus volte. Enquanto isso, não podemos relaxar, baixar a guarda, ceder, nem parar de lutar. E o mesmo conselho vale para a próxima geração.

Depois que Josué morreu, o povo de Israel perguntou a Deus, o SENHOR: —Qual das nossas tribos vai ser a primeira a atacar os cananeus?(Juizes 1:1)

Eles continuaram a pedir direção para o Senhor. Eles não disseram – ‘Agora que Josué se foi vamos fazer do nosso jeito’. A guerra continuava, mesmo quando lemos que Josué havia dado a eles toda terra (Josué 11:23). Ainda havia cananeus no resto do mundo, e eles continuavam sendo inimigos de Israel e de Deus. O povo de Israel era herdeiro do mundo, e deveria ser uma benção para ele. Eles deveriam levar a benção do Senhor ao mundo inteiro. Obviamente, eles não fizeram isso. Eles pararam, mesmo que o Senhor tenha dito:  “ Porém, tão certo como eu vivo, e como toda a terra se encherá da glória do SENHOR” (Num 14:21 RA).

Esse continua sendo o plano de Deus, como Isaías diz:

No futuro, o monte do Templo do SENHOR será o mais alto de todos e ficará acima de todos os montes. Os povos de todas as nações irão correndo para lá. (Isaías 2:2)

A montanha, o lugar de autoridade, a casa do Senhor estão todos nas regiões celestes. Sendo assim, o que é conquistado nesses lugares, assim como nos montes, e em todos lugares de autoridade, começam a fluir na igreja. Isso acontece porque estamos vivendo na completude da nossa filiação, porque começamos a irradiar a bondade de Deus, começamos a manifestar a luz, e viver em luz criativa, não apenas em luz criada. Essas são algumas das coisas que virão, mas precisamos estar preparados.

Ele será descendente do rei Davi; o seu poder como rei crescerá, e haverá paz em todo o seu reino. As bases do seu governo serão a justiça e o direito, desde o começo e para sempre. No seu grande amor, o SENHOR Todo-Poderoso fará com que tudo isso aconteça. (Isaías 9:7)

Justiça e retidão são os fundamentos do trono do céu, fundamentos do trono do reino. O Senhor fará com que tudo isso aconteça, Ele fará conforme Sua vontade.

  1. A Geração de Josué vai colocar diante da próxima geração uma escolha clara.

Eles podem escolher o passado, ou eles podem escolher andar em direção ao seu destino futuro.

Certamente muitos de nós temos tantas coisas que conhecemos e nos alegramos, e isso é bom. Mas isso é só uma pequena amostra daquilo que o Senhor deseja para cada um nós. As pessoas podem até escolher se conformar com as experiências que têm, mas quem fizer isso perderá o melhor de Deus. Não queremos simplesmente tomar posse do que o Senhor nos deu e nos acomodar. Nossa influência tem que aumentar e crescer até que toda terra seja cheia da glória de Deus, pois essa é a vontade do Senhor.

Josué terminou, dizendo: —Portanto, agora temam a Deus, o SENHOR. Sejam seus servos sinceros e fiéis. Esqueçam os deuses que os seus antepassados adoravam na Mesopotâmia e no Egito e sirvam o SENHOR. Mas, se vocês não querem ser servos do SENHOR, decidam hoje a quem vão servir. Resolvam se vão servir os deuses que os seus antepassados adoravam na terra da Mesopotâmia ou os deuses dos amorreus, na terra de quem vocês estão morando agora. Porém eu e a minha família serviremos a Deus, o SENHOR. (Josué 24:14-15)

Estamos terminando essa série de posts sobre a Geração de Josué, e começaremos algo novo que irá incendiar seu coração. Quere encerrar dizendo o seguinte: Josué tinha 110 anos quando morreu, e cumpriu o seu destino. Ainda há tempo para todos nós que fomos chamados para esse propósito nos levantarmos e enviarmos a próxima geração de trabalhadores para a colheita. Josué fez isso: Deus quer que façamos o mesmo.

De qual geração somos? Alguns de nós seremos parte da geração de Josué que irá possuir a herança e levar muitos a fazerem o mesmo, outros serão parte da próxima geração, a geração de Jesus, que irá ver o retorno do Senhor. Mas independente da geração que faremos parte uma coisa é certa: Deus quer nos revelar o nosso destino, e nos ver cumprindo ele.

Outros artigos de Freedom ARC

Lista das 40 características da Geração de Josué (PDF)

Artigo original (em Inglês)

Outros artigos de Freedom ARC