Enviados para serviço (Anjos – parte 2)

Mike Parsons

“Paradiso Canto 31” por Gustave Doré
“Paradiso Canto 31” por Gustave Doré

Todos os milagres que Jesus operou, Ele os fez como homem, e como precursor da igreja que estava por vir. Havia céus abertos sobre a vida de Jesus. Ele viveu nas duas dimensões, conectando terra e céu, e anjos faziam parte dessa conexão. Os anjos estavam ativamente envolvidos em tudo o que o Senhor fazia, desde o anúncio do Seu nascimento até o túmulo vazio. Esta era a dimensão sobrenatural com qual Jesus interagia, e se nós iremos fazer “obras maiores do que estas” (João 14:12), então certamente precisaremos interagir com essa dimensão da mesma maneira que Ele fez.

Assim na terra como no céu

Jesus morreu para que pudéssemos receber a nossa herança. Essa herança é tanto terrena quanto celestial, e tanto natural quanto sobrenatural, em linha com o propósito eterno de Deus de que o homem traga o governo de Deus sobre toda criação:

Venha o teu Reino.
Que a tua vontade seja feita aqui na terra como é feita no céu! (Mat 6:10)

Ao longo da história da igreja o inimigo tem cegado nossos olhos e nos convencido de que somos fracos, sem poder e ineficazes. Se começarmos a acreditar na verdade de quem realmente somos, nossa identidade como filhos de Deus, e co-herdeiros de Cristo que tem autoridade nos céus e na terra, então nossa vida se tornará um portal para os céus se manifestarem na terra, assim como foi a vida de Jesus.

Vimos no post anterior que a geração de Josué foi chamada para trabalhar com os anjos nas regiões celestiais. A ‘terra prometida’ que estamos entrando é a plenitude da nossa herança física e espiritual, que o Senhor reservou para nós. Josué encontrou com um anjo (o capitão das hostes angelicais do Senhor) que veio e deu a ele a revelação do céu, e com o céu aberto sobre nossas vidas, deveríamos esperar que o mesmo acontecesse conosco.

Espíritos ministradores

Se anjos são ‘espíritos ministradores, enviados para serviço a favor dos que hão de herdar a salvação’ (Heb 1:14 RA), então eles devem estar bem entediados, porque a maioria de nós não tem nenhuma conexão com eles. Nós somos aqueles que ‘hão de herdar a salvação’, mas quantos de nós estamos ativamente requisitando a ajuda de anjos diariamente?

Que tipo de serviço queremos que eles prestem para nós? Queremos que eles tragam bênçãos, favor, cura para nós ou para outros? Queremos que eles ministrem a nossa família, filhos, amigos e colegas de trabalho? Eles são mensageiros, adoradores, guerreiros e mais. Precisamos abrir nossa perspectiva a esse respeito, e ampliá-la, porque eles têm tanto a nos oferecer. Deus quer aumentar nosso entendimento – e experiência – em relação aos anjos, a fim de que possamos fazer as coisas que o Senhor fez.

Quando nosso netinho esteve seriamente doente, oramos para que anjos cercassem o quarto dele no hospital, e que o espírito de morte não tivesse poder naquele lugar. Quando íamos lá podíamos sentir a presença angelical, porque nós havíamos enviado eles. E a recuperação dele foi surpreendente para todos do hospital.

Atributos pessoais de Deus

Sempre que um atributo de Deus é mencionado anjos são liberados no lugar, trabalhando como mão, braço ou olhos do Senhor. Deus é espírito e não tem um corpo físico. Quando Ele aparece pessoalmente, Ele vem em uma nuvem escura para nossa proteção. Sendo assim, são os anjos que executam as ações de Deus e trazem a revelação do Senhor como pessoa ao homem.

A ação do Espírito Santo é frequentemente confundida com a ação dos anjos. Um argumento que vocês ouvirão de pessoas, que não acreditam que devemos trabalhar com os anjos, é o seguinte: “Não precisamos de anjos, porque Deus enviou o Espírito Santo”.

O Espírito Santo é Deus. Ele foi “enviado” uma vez, no dia de Pentecostes, para vir e encher a igreja. Nós experimentamos isso quando nascemos de novo e somos batizados no Espírito Santo. Ele é o nosso Guia interior, Consolador, e Conselheiro, e nos traz uma sensação de amor, alegria e paz. Além disso, o Espírito Santo nos mostra que somos filhos amados, e nos dá poder e unção para que possamos cumprir nossa missão. Não estou minimizando a importância do Espírito Santo.

No entanto, Deus usa anjos para executar sua obra. Sendo assim, eu acredito que o tremor, calor, eletricidade, fragrâncias e outras experiências que temos durante a adoração é na verdade a presença de anjos. “Mas isso é Deus”, você pode dizer. Eu concordo, é Deus usando anjos para manifestar essas coisas para que possamos experimentá-las.

O anjo do Senhor

Ali o Anjo do SENHOR apareceu a ele numa chama de fogo no meio de um espinheiro. Moisés viu que o espinheiro estava em fogo, porém não se queimava… Quando o SENHOR Deus viu que Moisés estava chegando mais perto para ver melhor, ele o chamou do meio do espinheiro e disse: —Moisés! Moisés! —Estou aqui—respondeu Moisés. (Ex 3:2,4)

Quanto disso foi o anjo e quanto disso foi Deus? Acredito que tudo foi o anjo – e que tudo foi Deus, usando o anjo para falar com Moisés.

O Anjo da Sua presença

Em toda a angústia deles, foi ele angustiado, e o Anjo da sua presença os salvou; pelo seu amor e pela sua compaixão, ele os remiu, os tomou e os conduziu todos os dias da antiguidade (Isa 63:9).

Nós podemos sentir a presença de Deus quando estamos na presença de seres angelicais. Anjos transmitem a presença do Senhor para nós. O Anjo da Sua presença pode trazer amor, e misericórdia – e, de acordo com as escrituras, redenção e salvação.

A mão do Senhor

Aí a mão de alguém me levantou, e eu fiquei de joelhos, apoiando-me nas palmas das mãos. E o anjo me disse: — Daniel, Deus o ama muito e me mandou falar com você. Fique de pé e preste atenção no que vou dizer. Então eu fiquei de pé, tremendo dos pés até a cabeça. (Dan 10:10-11)

Quando trememos e somos sacudidos, estamos sendo tocados por um anjo?

Os olhos do Senhor

Porque, quanto ao SENHOR, seus olhos passam por toda a terra, para mostrar-se forte para com aqueles cujo coração é totalmente dele; nisto procedeste loucamente; por isso, desde agora, haverá guerras contra ti. (2 Cron 16:9)

O temor do Senhor

O meu anjo irá adiante de vocês e os levará até a terra… — Farei com que os povos que são contra vocês tenham medo de mim. Farei com que haja confusão entre os povos contra quem vocês vão lutar e farei com que os inimigos fujam de vocês. (Ex 23:23,27)

Deus enviou seus anjos à frente do seu povo quando eles entraram na Terra Prometida. Quando buscamos entrar na nossa herança, podemos ter certeza que anjos irão na nossa frente preparando o caminho.

A Palavra do Senhor

… eu, o profeta Zacarias, filho de Baraquias e neto de Ido, recebi uma mensagem de Deus, o SENHOR. Naquela noite, tive uma visão e nela vi um anjo do SENHOR montado num cavalo vermelho. O anjo estava parado num vale, no meio de umas moitas, e atrás dele estavam outros anjos montados, uns em cavalos vermelhos, outros em cavalos baios, e outros em cavalos brancos. Perguntei ao anjo que falava comigo: — Meu senhor, quem são esses anjos montados em cavalos? Ele respondeu: — Eu vou lhe dizer. Aí o anjo que estava no meio das moitas disse: — Eles são os anjos que o SENHOR Deus enviou para andarem pelo mundo inteiro.

Nós vimos os anjos sendo comissionados e enviados. Não há nada errado em pedir a Deus para fazer isso por nós, principalmente quando somos bebês espirituais. Mas quando amadurecermos, começaremos a entender que temos autoridade para enviar anjos nós mesmos.

Quantos anjos existem?

Jesus disse que num instante ele poderia chamar mais de doze legiões de anjos, ou seja, mais de 72.000 (Mat 26:53). Se somos co-herdeiros de Jesus, quantos podemos chamar? Mas o inimigo quer nos manter inofensivos, por isso nunca fomos ensinados a pensar assim.

Hebreus fala de milhares de anjos (Heb 12:22). E há 10.000 x 10.000 = 100 milhões de anjos ao redor do trono no céu (Ap 5:11).

Se os anjos são tão numerosos como as estrelas do céu (veja Ap 12:4), há bilhões de estrelas na nossa Via Lactea, e entre 1022 e 1024  estrelas no Universo (ou seja o número 1 com 22 e 24 zeros do lado). Isso é muito anjo.

Não são todos eles espíritos ministradores, enviados para serviço a favor dos que hão de herdar a salvação? (Heb 1:14, sublinhado meu).

Deus fez os anjos, e fez para nós.

Outros artigos de Freedom ARC
Artigo original (em Inglês)
Outros artigos (em Inglês)
Anúncios

Autor: Freedom ARC

Freedom Apostolic Resource Centre, Barnstaple, UK.

Uma consideração sobre “Enviados para serviço (Anjos – parte 2)”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s