Dimensões do Reino

A nossa história

Nossa página no Facebook, 'Vida Sobrenatural'
Nossa página no Facebook, ‘Vida Sobrenatural’

No verão de 2010, Mike fez um jejum de 40 dias. Durante esse período e nos meses seguintes o Senhor deu a ele muitas revelações, as quais ele começou a compartilhar aqui em Barnstaple. Nesse tempo, Jeremy esteve analisando as mídias sociais e blogs num outro contexto, e em setembro de 2011 começou a sentir, que Deus estava nos convidando para usar essas novas ferramentas disponíveis, para espalhar essa revelação e ensinos a toda igreja. 

Então criamos o blog Sons Of Issachar, a conta no Twitter @FreedomARC, e a página no Facebook. Algum tempo depois, começamos a postar no Google+ e Pinterest, e criamos um canal no YouTube e um website Freedom Apostolic Resources. Nesse ano iniciamos esse blog Filhos de Issacar em Português, e a página no Facebook Vida Sobrenatural.

No blog em Português, concluímos os estudos de Mike sobre as 40 Características da Geração de Josué, que tem sido amplamente compartilhada e apreciada ao redor do mundo.

Em Suba aqui – Trazendo os Ceús para Terra, Mike começou a ter mais revelação sobre como podemos obter acesso as dimensões do céu, e porque precisamos fazer isso. Nessa nova série, ‘Dimensões do Reino’, queremos explorar mais a respeito disso, e enquanto você estiver lendo, te encorajar a acessar as dimensões do céu, para ter suas próprias experiências.
____________________________________________________________________

Livre acesso as dimensões do Céu

Mike Parsons
com Jeremy Westcott

Quando você ouve o ensino sobre as dimensões do céu pela primeira vez, você pode achar um tanto desafiador. Provavelmente você nunca ouviu sobre isso antes na igreja antes. Então não fique surpreso se seu espírito começar a responder antes que sua mente entenda. Se você tentar entender tudo pelo raciocínio lógico provavelmente você ficará confuso. Sem mencionar o fato de que alguns de vocês devem estar pensando que perdemos um parafuso.

Por favor, descanse sua mente, e deixe seu espírito conduzir. Nós não te pediremos para fazer nada que não esteja profundamente enraizado na palavra de Deus. Todavia, a palavra escrita não é o próprio Deus, mas sim um trampolim para você poder se encontrar com Ele. Na verdade, você só poderá entender isso tendo uma experiência, e é exatamente isso que queremos que você tenha.

Te darei livre acesso

Em um dos posts anteriores vimos uma passagem em Zacarias sobre o sumo sacerdote Josué:

… o Anjo do SENHOR estava ali, protestou a Josué e disse: Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Se andares nos meus caminhos e observares os meus preceitos, também tu julgarás a minha casa e guardarás os meus átrios, e te darei livre acesso entre estes que aqui se encontram ( Zacarias 3:5-7 RA).

Naquele momento Josué não estava na terra, ele estava nas regiões celestiais, e os outros que estavam lá eram seres celestiais. Este é o lugar em que Deus promete a Josué que ele podia ter ‘livre acesso’.

Mas há condições para esse livre acesso. Deus não faz acepção de pessoas (Rom 2:11), sendo assim se cumprirmos tais condições, essa promessa se estenderá a nós. Nessas condições vemos uma progressão: ande em Seus caminhos, observe Seus preceitos, julgue Sua casa e guarde os Seus átrios, então será capaz de permanecer na presença do Senhor numa dimensão diferente.

Moisés conhecia os caminhos de Deus

Manifestou os seus caminhos a Moisés e os seus feitos aos filhos de Israel.(Salmo 103:7RA)

Moisés conhecia os caminhos de Deus. Havia uma razão para isso: ele está preparado para se arriscar a entrar na presença do Senhor, a fim de conhecê-lo face a face, enquanto o restante de Israel se mantinha longe do fogo e da fumaça no topo da montanha. Não é fácil conhecer os caminhos do Senhor, mas Ele nos convida a ir, assim como foi, as dimensões do espírito, para a Sua presença, para Sua glória.

Você se lembra de como Moisés pediu para que o Senhor lhe mostrasse Sua glória, e como Deus passou diante dele, mas Moisés não pode ver a face do Senhor, apenas o que a Bíblia chama de costas? Quando lemos essa passagem com uma mentalidade grega, provavelmente pensaremos que Moisés viu literalmente as costas de Deus. Como seriam as costas de Deus? Mas quando lemos a partir de uma visão de mundo hebraica entendemos que o que Moisés viu foi história, as coisas que Deus tinha feito, e tudo o que havia acontecido até aquele momento. Foi por essa razão que Moisés foi capaz de escrever os primeiros cinco livros da Bíblia, incluindo a história da criação e todos os outros eventos que aconteceram antes dele nascer.

O restante da nação de Israel, porém, não subiu a montanha, e tudo o que eles viram foi o que Deus fez. Eles viram Suas obras, Seus milagres, mas nem começaram a entender quem é o Senhor, e como Ele é? Deus esta nos convidando a fazer como Moisés fez, para que possamos conhecer os caminhos Dele. E quando conhecermos os caminhos do Senhor, poderemos fazer as mesmas obras que Ele faz.

Moisés realizou milagres. Ele tirou água da rocha, usando seu cajado, e exercitando poder. Israel apenas recebeu. A nação inteira viu os sinais, mas nenhum deles fez as mesmas obras que Moisés. Jesus disse que Ele fazia o que via o Pai fazer (João 5:19): e Ele espera que façamos tudo o que Ele fez e coisas maiores.

Se quisermos andar nos caminhos do Senhor, primeiro temos que conhecer Seus caminhos. Para operar os milagres de Deus, temos que conhecer os caminhos de Deus. Então poderemos estar entre aqueles que trazem o reino dos Céus para a terra.

Ande nos caminhos de Deus

A Palavra será nossa protetora, para nos manter na verdade. Será nosso modelo, nosso prumo. A Palavra de Deus Logos será uma âncora para tudo o que fizermos, pois Jesus é o Logos, a Palavra de Deus, a Palavra viva. Os caminhos de Deus revelam o Seu caráter, por isso é muito importante nos familiarizarmos com Seus caminhos.

Se observarmos os primeiros 40 versículos do Salmo 119 veremos que falam de Sua palavra, caminhos, testemunhos, julgamentos, leis, preceitos, estatutos, ordenanças, mandamentos e maravilhas. Se meditamos nesses vários ângulos de Sua revelação, veremos que todos são diferentes, e que cada um expressa um aspecto de Seu caráter.

Medite na Palavra

Com certeza a meditação é uma chave. E todos nós, com o rosto desvendado, contemplando, como por espelho, a glória do Senhor, somos transformados, de glória em glória (2 Cor 3:18). Quando meditamos na Palavra, o que está escrito nela se torna uma porta para experiência, e nos tornamos aquilo que contemplamos. Quanto mais contemplamos, mais nos tornamos parecidos com aquilo, ou com a pessoa, que contemplamos. Quando meditamos na Palavra, somos transformados profundamente, passamos por uma metamorfose, da mesma forma que uma lagarta é transformada em uma borboleta, sofrendo uma alteração no DNA.

Da mesma forma, quando recebemos o DNA de Deus ao partir o pão, a luz entra em nosso DNA e somos transformados.

Nós também precisamos ouvir a palavra rhema, a palavra que Deus está falando agora, direto ao nosso coração. Quando meditamos na palavra escrita e o Espírito Santo nos ensina sobre ela e nos traz uma revelação que se aplica a situação que estamos vivendo, essa palavra se torna uma palavra rhema para nós. Além disso, podemos ter encontros face a face com Deus, em que Ele fala uma palavra diretamente para nós. Quando isso acontecer, saberemos que é Deus porque a revelação estará de acordo com a verdade de Sua natureza, que já conhecemos, e não irá entrar em conflito ou contradizer a Palavra escrita. Isso é o que significa ter a Palavra como modelo e como prumo.

Se você voltar para os primeiros 40 versículos do Salmo 119 novamente, você irá notar outro grupo de palavras que mostram o que precisamos fazer para conhecer, experimentar e entrar nos caminhos do Senhor. Essas palavras são: andar, observar, buscar, olhar, cumprir, considerar, ter prazer, desejar, guardar, percorrer, seguir, inclinar, apegar, e render graças.

Se você ler esses versículos mais uma vez, há mais um grupo de palavras que mostra como Deus responde ao nosso caminhar e nossa busca: Ele abençoará (que quer dizer, Ele nos dará poder para prosperar, e para ter sucesso no mais alto nível), ordenará, ensinará, abrirá os olhos, repreenderá, tirará o opróbrio, reavivará, fortalecerá, alegrará o coração, dará entendimento, e nos favorecerá.

Esses são alguns dos caminhos, protocolos e processos que precisaremos seguir se quisermos experimentar e demonstrar a vida de Deus de maneira abundante.

Precisamos separar tempo para ler e meditar em escrituras como essas para nós mesmos. Que tal usar a seção abaixo “Deixe uma resposta” para compartilhar impressões que você teve quando meditou dessa forma, para encorajar outros?

Outros artigos de Freedom ARC
Artigo original (em Inglês)
Anúncios

Autor: Freedom ARC

Freedom Apostolic Resource Centre, Barnstaple, UK.

11 comentários em “Dimensões do Reino”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s