106. Acessando a Linha do Tempo

Mike Parsons
com Jeremy Westcott – 

No post anterior vimos sobre nosso rolo do destino, o quão importante é para nós termos revelação do que está escrito nele, e quais são os pensamentos de Deus ao nosso respeito, a fim de que possamos ser tudo aquilo que Ele planejou para nós. Cada um de nós foi criado na eternidade no coração e nos pensamentos de Deus. Ele nós conheceu. Nós tínhamos uma substância Nele. Ele sabia tudo sobre nós e sobre nosso destino. Precisamos acessar o lugar de onde viemos, quem e o que nós éramos, para que possamos viver hoje a partir daquela realidade.

Ontem, hoje, amanhã

“Eu sou o Alfa e Ômega, diz o Senhor Deus, aquele que é, que era e que há de vir, o Todo-Poderoso.” (Ap 1:8) Jesus é o mesmo ontem, hoje e para sempre (Heb 13:8). Esta é a linha do tempo. Ele vê e acessa ontem, hoje, e amanhã – Ele não está preso ao tempo. Ele pode escolher nos mostrar coisas na linha do tempo. Ele pode intervir nela em qualquer ponto, passado, presente ou futuro. E todos nós temos acesso à linha do tempo, quando começamos a entrar nas dimensões do céu. Vamos ver algumas frases sobre a linha do tempo que precisamos considerar. Peça a Deus revelação sobre isso, e medite nessas frases. Se tentarmos processar com nossa mente, vai dar um nó em nosso cérebro. Vamos deixar que nosso espírito assuma o controle:

  • Eu posso mudar quem eu sou, e o que eu sou hoje, com aquilo que eu vejo do amanhã.

Isto é chamado de profecia. Deus me mostra algo do amanhã, e assim eu modelo meu hoje para se alinhar com aquilo que Deus fala sobre mim amanhã. Eu escolho mudar, dessa forma estou equipado para lidar com o futuro. Por isso o Espírito está lá para revelar as coisas que estão por vir (João 16:13).

  • Eu posso acessar quem eu fui ontem para influenciar quem eu sou hoje, e mudar amanhã.

Meu ontem inclui o que Deus disse sobre mim na eternidade, meu destino. Se Deus diz que sou isso, então é isso que quero me tornar. Isso irá mudar quem sou hoje, e quem eu sou amanhã.

    • Eu posso acessar e mudar quem eu fui ontem para mudar quem eu sou hoje e quem eu sou amanhã.

Quando perdoo e libero pessoas por aquilo que elas disseram ou fizeram a mim no passado, não preciso mais viver amarrado a minha experiência negativa. Quando confesso e me arrependo de pecados que cometi, posso receber perdão e eles não têm mais que afetar quem sou hoje. Jesus está presente no meu passado. Ele está lá para me libertar dele, me curar e me restaurar, para que isso mude quem sou hoje, e quem serei amanhã.

Aqui uma mais simples:

  • Meu amanhã se torna meu hoje, e o hoje meu ontem.

Tudo sobre minha vida está na linha do tempo, é assim que funciona. Se eu aprender acessá-la do jeito certo, para ver através de revelação o que está por vir, estarei preparado e equipado para lidar com minha vida. Se eu souber o que foi escrito sobre mim na eternidade passada, isso irá me equipar para cumprir esse destino no meu futuro.  Quanto mais meu passado for influenciado pelo meu amanhã, mais vou refletir meu destino hoje. Todos nós podemos fazer isso, podemos ir e ter nossa própria experiência.

Testemunho

Nós conhecemos o poder do testemunho: ele dá a Deus a oportunidade de fazer de novo. Eu tenho experimentado isso. Então se mudo meu testemunho, posso mudar meu presente e meu futuro. O meu testemunho, minha experiência, e o meu potencial futuro precisam trabalhar juntos.

À medida que o tempo passa, meu potencial futuro se torna minha experiência, e esta se torna meu testemunho. Se eu acessar o que Deus disse sobre meu futuro, eu irei experimentá-lo. Então isso se tornará meu testemunho, o qual me ajudará a experimentar mais.

Tudo no pensamento hebraico é circular, ou seja, ele vai e volta, recicla. Meu testemunho modela minha experiência, para cumprir meu destino, e não para se opor a ele, por esta razão preciso que ele mude. Coisas que aconteceram para mim no passado, que ainda são meu testemunho, precisam ser transformadas. Preciso ser curado, liberto, meu modo de pensar tem que ser diferente. Então poderei ser livre para fazer as coisas que Deus me chamou para fazer.

Deus escreveu algo para eu cumprir, antes que eu existisse. Eu preciso saber o que é. Esse rolo é o registro escrito do desejo de Deus, que meu espírito concordou na eternidade, para eu cumprisse. Deus não está me forçando, meu espírito estava de acordo com esse destino antes da fundação do mundo. A fim de realizá-lo preciso estar de acordo com ele agora. A eternidade é meu destino e se torna minha experiência.

Permitindo nosso passado determinar nosso future?

Nós temos uma escolha: alinhar nosso espírito com Deus, ou continuar permitindo que nossa alma nos conduza, e assim permitir que nosso passado determine nosso futuro. Nossos pensamentos e emoções precisam ser mudados e transformados, para que conquistemos tudo o que Deus destinou para nós, e não todas as coisas que o mundo estragou.

Se continuarmos a permitir que as nossas experiências negativas do passado determinem nosso presente, então nosso futuro será igual ao nosso passado, e não tem que ser assim. Nós nascemos em meio a uma batalha cósmica, na qual o inimigo está sempre tentando destruir. Não podemos permitir que qualquer coisa que foi escrita sobre nós por este mundo obscureça ou roube o que Deus disse que seria nosso futuro. Temos que lutar por nosso destino.

Outros artigos de Freedom ARC
Artigo original (em Inglês)
Outros artigos de Freedom ARC (em Inglês)

Autor: Freedom ARC

Freedom Apostolic Resource Centre, Barnstaple, UK.

3 comentários em “106. Acessando a Linha do Tempo”

Leave a reply

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.