Transformando a Atmosfera

Mike Parsons
com Jeremy Westcott  

Conclui o post anterior, evocando os destinos das pessoas, para cumprir esse propósito de Deus em suas vidas. Esse chamado de destinos é algo escrito no meu próprio rolo. Cumprir seu destino é importante não apenas para os indivíduos em si, mas também para a igreja e os propósitos de Deus.

Portais Eternos


Aqui está um diagrama mostrando a esfera em que vivemos, a esfera da terra e a atmosfera da Terra que está ao nosso redor. Dentro dessa atmosfera existem principados, governantes e poderes. Então existem os reinos celestes.

Pense nelas como dimensões que estão ao nosso redor. Não linear, 1, 2, 3, subindo, mas dimensões que podemos acessar simplesmente entrando nelas. E entre a atmosfera da terra e as dimensões celestes, há portas eternas. Nós lemos sobre elas aqui:

Levantai, ó portas, as vossas cabeças;
levantai-vos, ó portais eternos,
para que entre o Rei da Glória.
(Salmo 24:7)

Essas portas estavam abertas no tempo de Adão, mas foram fechadas quando Deus colocou os querubins e a espada de fogo para impedi-lo de ter acesso à Árvore da Vida. Quando eles estão fechados, eles bloqueiam o caminho entre os dois reinos.

Montes e tronos

Dentro dos reinos celestes há montes e tronos de autoridade. Cada igreja tem seus próprios montes e tronos de autoridade, sete deles, mas assim também cada um de nós em nossas próprias vidas, no reino de Deus nas dimensões celestiais.

Devemos governar lá e trazer o céu para a terra. Temos acesso ao Reino de Deus porque está dentro de nós, assim como está nas dimensões celestes. Quando estamos governando lá, isso nos permite trazer a glória de Deus desse reino para este.

Precisamos ver pessoas levantadas para ocupar essas dimensões de governo nos reinos celestes. Quando isso acontece, os principados, potestades e governantes são expulsos. Quando levamos a luz que está em nós e a luz da presença e da glória de Deus para esse reino, então eles não podem ficar lá. A escuridão não pode permanecer na presença da luz.

Se você colocar uma vela em um quarto escuro, não estará mais escuro. Você não pode adicionar mais escuridão para abafar aquela vela, mas pode trazer mais luz para dissipar mais da escuridão. Quanto mais brilhante a luz, mais a escuridão tem que desaparecer.

Precisamos trazer a luz da glória de Deus dos céus para a terra.

Dispõe-te, resplandece, porque vem a tua luz,
e a glória do SENHOR nasce sobre ti.

(Isaías 60:1)

A atmosfera da terra

O diabo é chamado de “príncipe da potestade do ar” (Efésios 2:2), mas somente porque ainda não recuperamos esse reino. Então, quando começamos a preencher e ocupar esse espaço na atmosfera da Terra, trazendo a autoridade e o governo de Deus para lá, as portas eternas serão abertas. Quando elas estiverem abertas, começaremos a ver a presença manifesta de Deus em nosso meio. Nós geralmente chamamos isso de “reavivamento”.

Existem portas eternas associadas a cada uma das nossas montanhas de autoridade. Vimos que temos sete montanhas de autoridade, sete esferas nas quais, Deus nos chamou para ter influência. Dentro de cada monte há um mandato de Deus, e há tronos nesses montes, e deles devemos governar.

Uma medida da glória de Deus?

Quando começamos a ver pessoas levantadas para governar nossas montes da Igreja Freedom, e nos montes em suas próprias vidas, começamos a ver uma medida da glória de Deus, descendo pelos portais eternos. Nós vemos salvação, cura, libertação; vemos os anjos operando aqui e a presença do reino de Deus se manifestando em nosso meio.

Nós queremos ver a glória de Deus enchendo essa área, transformando nossa comunidade, a plenitude do reino de Deus sendo manifestado, mas no momento isso não está acontecendo. Estamos vendo um pouco aqui e ali, de vez em quando. Algumas vezes, quando alguém traz uma palavra profética, ou vem dessa dimensão de autoridade, temos uma manifestação da glória de Deus, mas ela não está lá continuamente. Às vezes vemos milagres, às vezes vemos cura, mas não o suficiente. E eu sei que é o mesmo em outros lugares também.

Se quisermos ver essas coisas acontecerem de forma consistente, precisamos de pessoas que se levantem como senhores para operar em autoridade naqueles montes. Precisamos deles governando e trazendo as chaves do reino, e usando as declarações de autoridade que lhes foram dadas. Então, vamos ver um avivamento completo que não vai parar.

Então, há uma tarefa a ser completada, e é esse o objetivo deste blog e dos outros recursos que temos disponíveis: ver pessoas sendo levantadas para ocupar esses lugares de autoridade. Pode haver muito que você precise aprender e protocolos para entender e operar, esteja você governando em sua montanha pessoal ou em uma montanha da igreja: mas com a prática, todo aquele que é chamado para esse reino pode aprender essas coisas.

Mude a atmosfera

Isso mudará a atmosfera da terra das trevas para a luz. O inimigo fará tudo o que puder para impedi-lo, mas a única autoridade que ele tem, é a que lhe damos. Nossas atitudes formam uma atmosfera ao nosso redor que opera na dimensão espiritual para atrair as coisas para nós, sejam boas ou más.

O medo é sempre a arma número um que ele usa. Mas também há coisas específicas que ele usará para bloquear cada porta, atitudes e fortalezas que se opõem especificamente à área de autoridade em questão. Nossas forças nas áreas que Deus nos chamou também podem ser nossas fraquezas, porque o inimigo as atacará.

Refino e purificação

Para concluir, isso é sobre todos nós, entregando nossas vidas. Trata-se de permitir que Deus nos purifique, nos aperfeiçoe e nos leve a um lugar de santidade, de modo que a autoridade que nosso pecado dá ao inimigo, seja removida. E Deus está nos desafiando a fazer isso agora, levando-nos a um lugar de refinamento e purificação.

Vamos ver os céus abertos, bênçãos e uma colheita. Nós veremos transformação. Veremos a glória de Deus fluindo através dessas portas eternas. Veremos pessoas levantadas para ocupar seu lugar nos reinos celestes. Você pode estar entre eles. Esse é o nosso mandato: encorajá-lo e ensiná-lo a entrar nesse lugar.

O reino dos céus está próximo. Tudo o que precisamos para cumprir nosso destino está dentro de Sua presença e em nosso relacionamento com Ele.

Juntos, vamos buscar isso.

Artigo original em Inglês
Outros artigos de Freedom ARC

Facebook: Vida Sobrenatural (@umavidasobrenatural)

Recursos em Inglês

Blog: Sons of Issachar (www.freedomarc.blog)
Facebook: Freedom ARC (@freedomarc.uk)
Instagram: freedom_arc
Twitter: @freedomarc
YouTube: Mike Parsons’ channel

 

Anúncios

Cultive um Jardim de Relacionamento

Mike Parsons
com Jeremy Westcott  

Vimos como precisamos tomar posse do testemunho do que Deus nos mostrou, nos deu e fez por nós e plantá-lo no jardim de nossos corações. Mas só plantar não é suficiente: se quisermos produzir frutos, devemos cuidar e manter o que está crescendo lá. E isso significa que temos que cultivar um relacionamento com Deus por dentro.

Se você ainda não sabe como fazer isso, você pode aprender. É tudo uma questão de prática, e realmente não é diferente de se relacionar com Deus em qualquer outro lugar. Se você consegue sentir a presença de Deus em uma reunião, pode sentir a presença de Deus por dentro quando está adorando no seu lugar secreto.

Pratique

Nós treinamos nossos sentidos pela prática. Algumas pessoas da igreja aqui em Barnstaple que há dois anos atrás estavam dizendo: “Eu não consigo ver nada. Eu não entendo nada disso” agora estão vendo anjos e tendo os mais incríveis encontros celestiais. Eles treinaram seus sentidos espirituais para perceber o reino espiritual.

No reino natural, todos aprendemos a interpretar o que entra em nossos olhos. Não é diferente ver no reino espiritual. Na verdade, todos nós tínhamos essa capacidade de ver coisas espirituais quando éramos muito jovens (quantas histórias há de crianças vendo anjos?), mas a maioria de nós perdeu isso. Precisamos recuperar essa habilidade e começar a ver as coisas espirituais novamente.

Estou usando a palavra “ver”, mas, por favor, não fique muito preso a essa palavra. Realmente quero dizer “perceber”. Algumas pessoas são muito visuais e descrevem como “vendo”, mas outras se tornarão conscientes do que está acontecendo no espírito de diferentes maneiras.

Anjos, atmosferas, as quatro faces de Deus que estamos encontrando em nossas reuniões – você pode treinar seu espírito através da prática.

A tela da nossa imaginação

Todos nós temos uma imaginação. Tente agora. Feche os olhos por alguns segundos e imagine sua porta da frente, onde você mora …

Tenho certeza que você será capaz de fazer isso. Isso significa que você tem uma imaginação. Talvez você pense: “Mas eu estou apenas imaginando isso”. Bem. Sua imaginação é a tela na qual Deus projeta coisas, como visão e experiências celestiais. E nossa imaginação pode transmitir sons, sensações, fragrâncias, gostos e texturas, bem como coisas visuais. É assim que podemos saber como é nosso jardim, e é assim que podemos experimentar os reinos celestes.

Nós também podemos usar a tela da nossa imaginação para abrir a Palavra de Deus. Essa é uma maneira de experimentar a Palavra como outro meio de acesso as dimensões do céu.

Eu quero encorajá-lo a abrir seu coração e estar disposto a entrar em treinamento. Vamos ajudá-lo, neste blog, para que seus sentidos possam aprender a discernir as coisas do Espírito.

Vamos orar.

Pai, eu libero a revelação
que o jardim em nossos corações esteja aberto;

que todos nós possamos abrir a porta em nossos corações
e deixemos que o Senhor nos encha,
para que  nos torne Senhor,

e que Tu nos mude
e nos transforme de dentro para fora;

Para que possamos ver nas dimensões do Espírito
de dentro para fora
t
ão naturalmente o quanto vemos de fora para dentro.

E eu libero essa palavra profética como um testemunho
do que aconteceu na minha vida
e nas vidas das pessoas aqui em Barnstaple,
declaro que todos que estão lendo isso
serão capazes de ver e perceber no reino do espírito,
envolver-se nas dimensões celestes,
desfrutar de um relacionamento íntimo com o Pai,
com Jesus, com o Espírito Santo
de dentro
para cumprir o seu destino
e ver o que está nesse rolo que foi escrito antes da fundação do mundo.

E eu chamo a existência os destinos das pessoas
para  que cumpram esse propósito de Deus para suas vidas.

Em nome de Jesus,

Amém.

TrilhaSonora: Journey Into Eden – Pista de imersão instrumental da Creative Sound.
“Essa música é inspirada pelo encontro com Deus em seu jardim.”

Artigo original em Inglês
Outros artigos de Freedom ARC

Facebook: Vida Sobrenatural (@umavidasobrenatural)

Recursos em Inglês

Blog: Sons of Issachar (www.freedomarc.blog)
Facebook: Freedom ARC (@freedomarc.uk)
Instagram: freedom_arc
Twitter: @freedomarc
YouTube: Mike Parsons’ channel

O Poder Do Testemunho

Mike Parsons
com  Jeremy Westcott 

Tomou, pois, o SENHOR Deus ao homem e o colocou no jardim do Éden para o cultivar e o guardar. (Gen 2:15).

Deus quer que cultivemos e mantenhamos nosso lugar de conexão com o céu, para que possamos trazer o céu para a terra. Além disso, temos o mandato de cultivar o jardim dos nossos corações. O jardim não cresce sozinho. Temos que plantar sementes em nossos corações se quisermos que elas se tornem árvores, que produzirão frutos e “folhas para a cura” (Ezequiel 47:12).

O que plantar?

Você pode estar se perguntando, ‘que sementes eu planto?’

Você pode plantar em seu jardim os seus encontros com Deus, suas vitórias, a revelação que Ele lhe deu, os testemunhos que você tem. Não leva muito tempo para que essas sementes se transformem em árvores, porque você pode regá-las com o Rio da Vida, e falar a elas e declarar a frutificação.

Ora, o que planta e o que rega são um; e cada um receberá o seu galardão, segundo o seu próprio trabalho. (1 Cor 3:8)

Haverá uma recompensa por esse plantio, se cultivarmos e cuidarmos do jardim em nosso coração.

O  poder do testemunho

Se você tem um testemunho que é plantado em seu jardim, você pode voltar e pegar o fruto desse testemunho e revivê-lo, e vê-lo multiplicar. É pra isso que isto serve. Tudo o que vimos é uma semente que podemos plantar, e que se torna uma árvore desse testemunho, e dá frutos. É por isso que temos árvores com frutas no jardim dos nossos corações.

Eu não quero ver cura apenas uma vez, eu quero ver cura sempre. Na verdade, quero ver cada uma das promessas de Deus repetidas vezes. Então, quando experimento algo da mão de Deus, sou grato, me alegro, e planto essa experiência em meu jardim, para que seja regada e, então, ela produzirá frutos e poderei experimentá-la novamente.

Eu posso tirar isso do lado de dentro, para produzir do lado de fora de mim. Então, se eu precisar de uma unção do Espírito Santo quando estou orando por alguém, posso extraí-la de dentro. Eu não sou dependente da atmosfera sendo preenchida com a unção. Eu posso tirar a unção de dentro de mim usando o testemunho do que Deus me deu. O que Ele fez antes, Ele pode liberar novamente. Esse é o poder do testemunho.

“Guarda o coração”

Mas para que eu possa usá-lo no futuro, preciso plantar, cuidar e nutrir esse testemunho. E tenho que guardar o meu coração.

Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o coração, porque dele procedem as fontes da vida. (Provérbios 4:23).

Lembre-se dos quarto tipos de solo de que Jesus falou na parábola do semeador. Ele explicou aos Seus discípulos que o solo representa o coração. Como é seu coração? Duro, onde nenhuma semente pode entrar? Rochoso, onde não se podem crescer raízes? Cheio de ervas daninha que impedem o crescimento? Ou um solo bom que produzirá a árvore da vida dentro de nós, para que possamos colher seu fruto, e comê-lo?

Se meu coração for um solo bom, o que eu plantar crescerá e produzirá fruto.

O que tem no seu jardim?

Meu jardim está cheio de coisas que Deus me deu. Há um rio, piscinas e uma cachoeira. Há uma porta para os céus. Há um pasto verde com uma grande toalha de mesa com todos os tipos de comida que eu posso ir e comer. Existem árvores. Há um jugo – eu me conecto diariamente a Jesus. Todas essas coisas são o que Deus me deu por revelação nos reinos celestiais e eu as plantei ali. Existem até montanhas. As montanhas que representam minhas esferas de autoridade no reino de Deus estão agora no meu jardim.

Algumas das coisas no meu jardim também estarão no seu, e algumas serão exclusivas para mim. Você pode desenvolver seu próprio jardim, em seu próprio coração, e terá coisas que são particulares a você, preciosas para você; as coisas que Deus tem dado a você, para permitir que você as use sempre que precisar delas novamente.

O que tem no seu jardim?

Artigo original em Inglês
Outros artigos de Freedom ARC

Facebook: Vida Sobrenatural (@umavidasobrenatural)
Facebook (em Inglês): Freedom ARC (@freedomarc.uk)
Instagram (em Inglês): freedom_arc