Destino e o Tempo por Vir

Mike Parsons 
com Jeremy Westcott 

Há uma canção do U2 que eu gostava muito: “I still haven’t found what I’m looking for” (Ainda não encontrei o que estou procurando). Eu cantava isso com o coração, porque eu sabia em meu espírito que havia mais, e eu ainda não tinha encontrado. Já não posso mais cantar essa canção, porque eu comecei a descobrir e andar em meu destino. Meu destino estava nas dimensões do céu. Não está escrito nas estrelas, mas é para ser nas estrelas.

Três Rolos

Aqui há três rolos (ou livros) que encontramos nas escrituras:

  1. Rolo do destino

Antes de tudo, há um registro do nosso destino eterno.

Os teus olhos me viram a substância ainda informe,
e no teu livro foram escritos todos os meus dias,
cada um deles escrito e determinado,
quando nem um deles havia ainda.

(Sl 139:16)

  1. Livro da vida

Então há o Livro da Vida, o registro de cada pessoa que entregou sua vida ao senhorio de Jesus, que se tornou um cristão e nasceu de novo pelo Espírito de Deus. Se você está nesse livro, seus pecados foram lavados pelo sangue de Jesus. Se você não está, você será chamado para prestar conta pelo pecado em sua vida, e terá que responder por ele.

Então vi um grande trono branco e aquele que está sentado nele. A terra e o céu fugiram da sua presença e não foram vistos mais… e também foi aberto outro livro, o Livro da Vida. Os mortos foram julgados de acordo com o que cada um havia feito, conforme estava escrito nos livros… Quem não tinha o seu nome escrito no Livro da Vida foi jogado no lago de fogo. (Apocalipse 20:11-15)

Em certa ocasião, fui levado ao lago de fogo para ver como ele é. Não é um lugar que recomendo. Não há razão para que qualquer pessoa seja lançada no lago de fogo, por que Jesus morreu para salvar cada um de nós. Esse lugar é designado e destinado para Satanás e não para as pessoas. Cabe a nós decidir onde queremos passar a eternidade.

  1. Rolo da sua vida

Mas também há um rolo da sua vida, o registro do que você viveu. Como crentes, isto é, aqueles que estão no Livro da Vida do Cordeiro, não seremos julgados pelos nossos pecados, nosso julgamento será de acordo com o que cumprimos do nosso destino, ou não, e se cumprimos os propósitos de Deus em nossas vidas. O que está escrito no rolo da sua vida? Encaixa-se exatamente no que está escrito no seu rolo do destino?

Minha experiência pessoal é que não. Mas podemos mudar isso também. Podemos entrar em concordância com nosso destino, e Deus pode mudar o que está escrito no rolo da nossa vida.

Porque importa que todos nós compareçamos perante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o bem ou o mal que tiver feito por meio do corpo. (2 Cor 5:10)

Onde diz ‘bem ou mal’, não se refere a pecado, mas sim aos motivos do nosso coração.

Você não tem que esperar até morrer, ou até que Jesus volte, para ir ao trono de julgamento de Cristo. Eu estive lá, é o lugar mais assustador que estive nas dimensões celestes, é um lugar de vivo fogo consumidor, com olhos que saindo desse fogo. Fiquei abalado – na verdade, tudo foi abalado. O rolo, em que estava escrito minha vida frente e verso, foi aberto, e vi minha vida. Deus me mostrou todas as coisas boas que estavam de acordo com meu destino, mas Ele também me mostrou as outras coisas, as oportunidades para ser obediente que perdi.  O fogo de Deus veio e me purificou, e recebi uma nova oportunidade.

Cada um de nós pode ir naquele lugar e ver. Será que nossa vida está de acordo com o nosso rolo do destino? Esta é a intenção de Deus, e Ele quer que todos nós tenhamos certeza. Se nós ficaremos no átrio exterior, no átrio interior, no Lugar Santo, ou no Santo dos Santos: será decidido pelo o que está escrito nos rolos e como eles se encaixam. Eu sei onde eu quero estar.

Tempo por vir

Nós também teremos responsabilidades no tempo por vir, que serão determinadas pela nossa fidelidade aqui.

Nosso destino não está restrito ao que cumprimos aqui e agora, nessa dimensão física. Quando Jesus voltar, Ele colocará a terra de volta ao seu lugar central no Reino de Deus. Ela foi removida de lá e colocada no tempo, para restringir o efeito do pecado. À medida que nos movemos para o tempo por vir, o mundo inteiro será purificado com fogo e colocado de volta no lugar, onde as dimensões física e espiritual são sobrepostas e interagem. E nós teremos novos corpos físicos, imortais, para operarmos nessa dimensão.

Quando Satanás, o portador da luz, caiu, a luz foi removida das galáxias. No tempo por vir, aqueles buracos negros que são o centro de muitas galáxias irão mais uma vez ser cheios de luz. Quem terá a oportunidade de fazer isso? Nós: os filhos da luz.

Agora há um rio de matéria negra fluindo pelo universo que precisa ser transformado. Quem irá transformá-la? Nós.

Se Jesus criou galáxias, quem mais irá criar galáxias? Nós.

Nós precisamos tirar as vendas do nosso entendimento, e nos apegar ao que a Palavra de Deus diz sobre essas coisas. Nosso destino vai além dessa dimensão física, ele é maravilhoso. Quando começamos a ir às dimensões celestiais, nossa mente geralmente fica interferindo até que aprendemos a ver e operar lá. Deus quer que sejamos livres das limitações, que nos seguram, por causa da nossa mente e a nossa maneira de pensar.

Escolhas

Nós precisamos passar por uma preparação, para que estejamos prontos para o retorno de Jesus, e para o nosso destino no tempo por vir. Nós precisamos de uma transformação para sermos manifestados como filhos de Deus – na terra assim como é no céu, e além.

Todos nós temos uma escolha em relação: a sermos transformados; onde passaremos a eternidade; se cumpriremos nosso destino. Deus nos dá essa escolha, e a oportunidade de colocar em prática dia a dia. Sempre há, e sempre houve uma escolha. Sempre existiu dois caminhos: a Árvore da Vida ou a Árvore do Conhecimento do bem e do mal; o reino de Deus ou o reino que está em trevas.

A propósito, reino em trevas, não reino das trevas. Satanás não tem reino. Ele apenas ocupa o reino que nós deveríamos estar governando. Ele trouxe trevas para aquele reino, e cabe a nós trazer luz para ele. Deus quer que transformemos a atmosfera da terra e levemos luz para esses lugares de trevas, e para os lugares debaixo da terra também. Governar lá é nosso direito.

Nós precisamos reinar e manifestar o reino ao nosso redor. Nós também precisamos presidir nas cortes celestiais a favor das nossas vidas e para que os nossos mandatos sejam manifestos fisicamente. Isto é algo que todos nós podemos aprender. Não se trata de mágica, ou misticismo, é simplesmente nosso direito ter acesso às dimensões celestes porque somos espírito. Todos nós fomos feitos um espírito, mas agora precisamos ser transformados de glória em glória (este é o processo que estamos agora), para sermos manifestos como filhos na terra.

O Calendário Profético de Deus todo aponta para o tempo da volta de Jesus. Após o retorno de Jesus, entraremos no nosso destino eterno no tempo por vir, o qual está muito além do que a maioria das pessoas pode imaginar. Cada um de nós foi direcionado a um propósito no eterno destino de Deus. Iremos cumpri-lo? A escolha é nossa.

Outros artigos de Freedom ARC
Artigo original (em Inglês)
Outros artigos de Freedom ARC (em Inglês)
Anúncios

Aqueles que trazem a imagem do celestial

Mike Parsons
com Jeremy Westcott

Fogo refinando e purificando

Já faz algum tempo que a igreja está naquele ponto no Calendário Profético de Deus que é caracterizado pela vinda do fogo, refinando e purificando, recolhendo e tirando as pedras de tropeço da igreja e das nossas vidas. Não é um tempo fácil. Essas pedras de tropeço podem ser ídolos, ou outras coisas – até mesmo pessoas – que estão impedindo o fluir do reino de Deus. Os anjos da colheita estão aqui, para ver se realmente desejamos abrir nossos corações, permitindo que eles removam essas pedras das nossas vidas. Podemos escolher se iremos cooperar ou não: mas será menos dolorido se cooperarmos.

O surgimento da Geração de Josué

Este é um tempo em que a Geração de Josué será levantada, um povo com um espírito diferente, uma geração de pessoas que irão possuir a terra e levar outra geração com eles. Josué e Calebe levaram uma geração inteira para uma terra física e geográfica, mas também para uma nova terra espiritual. Nós gastamos algum tempo nesse blog olhando as 40 Características da Geração de Josué, e é importante para nós sabermos se somos chamados para fazer parte dessa geração.

Esse é o lugar em que estamos agora. No entanto, sabemos que Deus está nos chamando para seguir em frente. O processo de ser refinado, purificado, e de entrar na fornalha da Presença de Deus é uma preparação para avançar com o Senhor.

Fogo do ourives

Eis que eu envio o meu mensageiro, que preparará o caminho diante de mim; de repente, virá ao seu templo o Senhor, a quem vós buscais, o Anjo da Aliança, a quem vós desejais; eis que ele vem, diz o SENHOR dos Exércitos. Mas quem poderá suportar o dia da sua vinda? E quem poderá subsistir quando ele aparecer? Porque ele é como o fogo do ourives e como a potassa dos lavandeiros. Assentar-se-á como derretedor e purificador de prata; purificará os filhos de Levi e os refinará como ouro e como prata; eles trarão ao SENHOR justas ofertas. (Mal 3:1-3).

Deus quer nos preparar para que sejamos a oferta do Senhor. O fogo do ourives é muito quente: o ponto de fundição é em torno de 1064°C (1945°F). Quando o calor é mantido, as impurezas sobem para superfície e podem ser retiradas. Se você estiver passando por isso, saberá exatamente do que estou falando – quando alguma coisa vem para superfície na sua vida você tem uma escolha: você pode permitir que Deus a remova, ou pode esconder tudo novamente. O problema é que até que você permita que o Senhor remova tudo, as coisas continuarão a subir para superfície. E a pior coisa que você pode fazer se você quer cumprir seu destino em Deus, é sair do fogo.

Quando o ouro é realmente puro, a superfície é como um espelho. Ele reflete com perfeição. E Deus nos quer refletindo a Ele, para que outros possam vê-Lo em nós. Mas durante esse processo temos que saber que o Senhor está conosco.

Nossa porta, Sua porta

“Escutem! Eu estou à porta e bato. Se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, eu entrarei na sua casa, e nós jantaremos juntos” (Ap 3:20).

Em outras palavras, Ele está oferecendo a nós um relacionamento íntimo com Ele, no qual Ele se revela a nós e nós estaremos perto Dele. Em alguns versículos adiante está escrito:

Depois destas coisas, olhei, e eis não somente uma porta aberta no céu, como também a primeira voz que ouvi, como de trombeta ao falar comigo, dizendo: Sobe para aqui, e te mostrarei o que deve acontecer depois destas coisas. Imediatamente, eu me achei em espírito, e eis armado no céu um trono, e, no trono, alguém sentado (Ap 4:1).

À medida que rendemos nossas vidas ao Senhor, e nos entregamos ao senhorio de Jesus (e nos submetemos ao processo de refino), Ele abre a porta nas dimensões dos céus para nós entrarmos e subirmos. Sei que, algumas pessoas têm sido transladadas fisicamente, mas para a maioria de nós será uma experiência espiritual, e é isso que estivemos vendo nesse blog em posts recentes.

Com a prática podemos aprender a acessar as dimensões do céu, porque o reino dos céus está aqui a nossa frente – ou tão perto de nós quanto se pusermos a mão em frente do nosso rosto. Podemos entrar e sair das dimensões do céu. Quando voltamos de lá, trazemos conosco o que está lá, e manifestamos aqui. É isso que entendemos como Venha o teu Reino. Que a tua vontade seja feita aqui na terra como é feita no céu! (Matt 6:10). O próprio Jesus trouxe o reino, e a vontade de Deus, como é no céu, para terra – e Ele quer que Seus discípulos façam o mesmo. Se for para trazermos os céus para terra, temos que acessar os céus – e a porta está aberta.

Trazendo a imagem do celestial

Como foi o primeiro homem, o terreno, tais são também os demais homens terrenos; e, como é o homem celestial, tais também os celestiais. E, assim como trouxemos a imagem do que é terreno, devemos trazer também a imagem do celestial. (1 Cor 15:48-49).

Da mesma forma que nascemos em um corpo terreno, nós nascemos de novo e por isso nosso espírito está ativo e vivo para Deus. Então agora trazemos a imagem do celestial. Nós precisamos trazer a imagem das coisas que estão acontecendo nos céus, e manifestá-las na terra. Deus está abrindo uma porta para nós entrarmos nas dimensões celestes, para que assim nós possamos ver e refletir o que está acontecendo.

Através da igreja… nos lugares celestiais

…e manifestar qual seja a dispensação do mistério, desde os séculos, oculto em Deus, que criou todas as coisas, para que, pela igreja, a multiforme sabedoria de Deus se torne conhecida, agora, dos principados e potestades nos lugares celestiais, segundo o eterno propósito que estabeleceu em Cristo Jesus, nosso Senhor (Ef 3:9-11).

Há tantas coisas para o Senhor nos mostrar, que nem somos capazes de imaginar. Ele é infinito e eterno, e Ele está trazendo uma revelação muito maior hoje do que já havia trazido antes. Ele está abrindo as dimensões dos céus para que Seu povo possa ver. Essa multiforme sabedoria de Deus é para se tornar conhecida através da igreja – através de nós – dos principados e potestades nos lugares celestiais

Aquele reino que está em trevas, também está perto de nós. Nós não precisamos fugir dele, temos que manifestar a multiforme sabedoria de Deus aos principados e potestades nos lugares celestiais. Essa sempre foi a vontade Dele:

…segundo o eterno propósito que estabeleceu em Cristo Jesus, nosso Senhor (v11).

Era para Adão ter desfrutado do livre acesso as regiões celestiais, mas ele escolheu um caminho diferente. Em Cristo, esse acesso foi restaurado para nós.

Outros artigos de Freedom ARC
Artigo original (em Inglês)
Outros artigos de Freedom ARC (em Inglês)

Características da Geração de Josué (#31-35)

A geração de Josué será exterminadora de gigantes (caracteristica #35)

Mike Parsons
com Jeremy Westcott

Estamos quase chegando ao fim desta série observando a geração que irá possuir tudo o que Deus prometeu, será precursora e irá inspirar outros a fazerem o mesmo.

  1. A geração de Josué será implacável para perseguir e erradicar o inimigo.

Novamente, não estamos falando de luta contra a carne ou sangue, mas sim contra as forças espirituais do mal. Não podemos nos omitir nessa guerra. Nem podemos conviver com as forces das trevas, ou dividir nossos tronos com nossos inimigos. Temos quer ser implacáveis. Precisamos destruí-los.

Josué tomou todas essas cidades e os seus reis. Matou todos, conforme a ordem de Moisés, servo do SENHOR… O SENHOR Deus fez com que os moradores dessas cidades teimassem em lutar contra o povo de Israel, para que, assim, fossem completamente destruídos e mortos sem dó nem piedade. O SENHOR havia ordenado isso a Moisés. (Josué 11:12, 20)

Essa é uma figura de algo que eles fizeram na dimensão terrena, mas que nós temos que fazer nas regiões celestes. Quando fizermos isso, receberemos autoridade nessa dimensão, autoridade para governar.

  1. A geração de Josué assegurará que todas as ordens de Deus sejam cumpridas.

Nós precisamos ser fiéis em guardar e obedecer aos mandamentos do Senhor cuidadosamente. Temos que perseverar.

O SENHOR tinha dado essas ordens ao seu servo Moisés; Moisés as deu a Josué, e Josué obedeceu. Ele fez tudo o que o SENHOR havia mandado Moisés fazer. (Josué 11:15).

Nós temos que obedecer a palavra de Deus. Para que possamos fazer tudo o que o Senhor mandou, temos que conhecer os mandamentos de Dele. Esse conhecimento, porém, vai além de um conhecimento intelectual. Precisamos ler a palavra de Deus, e então entrar na dimensão do céu para receber revelação sobre o que lemos, e trazer essa revelação de volta e aplica-la aqui.

  1. A geração de Josué levará a próxima geração a entrar na plenitude da herança e ao descanso.

Como o SENHOR havia ordenado a Moisés, Josué tomou a terra e a deu aos israelitas para ser propriedade deles. Ele dividiu a terra e deu uma parte a cada tribo. E assim a guerra acabou. (Josué 11:23)

Ele conquistou toda terra que foi prometida. Aquele momento deveria ter sido o ponto de partida para que eles conquistassem o resto do mundo, e o abençoasse. Lembre-se, a Abraão foi dado o mundo inteiro como sua herança, não apenas um minúsculo pedaço de terra no Oriente Médio. Por esta razão, a partir daquele lugar eles deveriam encher a terra, mas eles nunca fizeram isso. Sendo assim o reino foi tirado deles e dado a pessoas que irão. Jesus disse que a Ele foi dada toda autoridade no céu e na terra, e que seus seguidores iriam e discipulariam  as nações. Essa autoridade é a mesma no céu e na terra: é a autoridade dada no céu para ser executada na terra.

Esta escritura diz que eles tiveram descanso. Em um dos meus encontros face a face com Jesus, Ele me levou e me mostrou o assento (ou lugar) de descanso, e o que significa entrar no descanso. Ele me ensinou sobre Mateus 11 e sobre Hebreus 4.Tudo o quê fazemos deve vir do descanso, ou seja, da paz, da abundância, sem luta ou esforço; sem pesar e sem carregar fardos na nossa própria força. Quando fazemos as coisas no descanso, fazemos com a força do Senhor e não com a nossa.

Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para a vossa alma. (Mateus 11:29 RA)

The word translated ‘gentleness’ here is the word for a stallion under complete control, a wild stallion which has been broken and has a bit in its mouth, so that whoever rides it is able to control it. That is like us, knowing that we are a wild stallion, empowered with authority, but totally submitted like Jesus was to the Father: ‘I only do the will of Him who sent Me’ (see John 4:34 and 6:38).

A palavra traduzida aqui como “mansidão” é a mesma usada para um cavalo selvagem que foi amansado e que tem um freio na boca, para que qualquer um que o cavalgue consiga controlá-lo. Assim somos nós, como cavalos selvagens, cheios de autoridade, mas totalmente submissos da mesma forma que Jesus foi submisso ao Pai: “Eu apenas farei a vontade do meu Pai que me enviou” (veja João 4:34 e 6:38).

Falsa humildade é orgulho disfarçado, dizendo “Eu não sou bom, não tenho nada para oferecer”. A verdadeira humildade diz “Eu sou um filho de Deus, sentado nas regiões celestiais. Tenho autoridade e poder. E escolho submeter essa autoridade e poder ao Senhor para fazer somente aquilo que eu ver o Pai fazendo.”

Quando você se rende completamente, submetendo tudo ao Senhor, você entra num lugar de descanso.

  1. A geração de Josué terá força sobrenatural para guerra.

Eles serão como Calebe, que aos 85 anos ainda tinha força para entrar na terra e lutar.

Então vamos entender que nada disso é a respeito de idade, mas sim a respeito de quem somos e como estamos no espírito. Não importa nossa idade, no espírito podemos ter força para governar e conquistar.

E, ainda hoje, estou tão forte como no dia em que Moisés me enviou; qual a minha força então era, tal é agora a minha força, para a guerra, e para sair, e para entrar. Agora, pois, dá-me este monte de que o SENHOR falou aquele dia; pois, naquele dia, tu ouviste que os anaquins estão ali, grandes e fortes cidades há ali; porventura, o SENHOR será comigo, para os expelir, como o Senhor disse. (Josué 14:11-12 RC).

Calebe e Josué, como vimos na característica #7, tinham neles um espírito diferente, tinham atitude, estavam preparados para governar, e tinham autoridade e poder.

Quero perguntar-lhe algo: quando Calebe fala sobre sair e entrar, de onde você acha que ele estava saindo e entrando? Era das dimensões celestes, pois era de lá que sua força vinha. Se você subir (aos céus) e descer, você será capaz de seguir em frente, como vimos antes.

Uma das coisas que realmente gosto a respeito de Calebe é onde ele foi quando saiu para guerrear: para as montanhas! “Dá-me este monte”. Porque nos montes, nas montanhas, (entendemos que se trata de um lugar de autoridade) era onde os gigantes estavam. Ele não foi para lugares fáceis, onde quase não haveria guerra.

  1. A geração de Josué será exterminadora de gigantes, e precursora para a próxima geração.

Tenho uma espada que me capacita destruir e cortar a cabeça de gigantes. Cada um de nós tem que ser um matador de gigantes. Todos vocês têm gigantes que estão ocupando os seus tronos nas regiões celestes – a não ser que vocês tenham ido lá e tirado eles. Você tem que despojar o inimigo para que você possa receber sua herança. Isso é feito nas regiões celestes, e quando você destrona o inimigo na dimensão espiritual, você recebe sua herança na terra.

Como precursores nosso papel é esse. Temos que tomar nosso lugar de autoridade. Isso não pode ficar apenas na teoria, tem que ser uma experiência real para nós, se quisermos conduzir outros para fazer o mesmo.

Eu só posso falar sobre matar gigantes, porque já matei um. Antes eu não poderia falar sobre isso, pois não tinha experiência. Não vou falar a vocês sobre teoria, só vou falar a respeito de coisas que fiz e sobre lugares que fui, assim vocês poderão fazer o mesmo. E se você for a lugares que eu não fui, e fizer coisas que não fiz, você poderá testemunhar a nós para que possamos ter a mesma experiência. Pois é assim que o testemunho funciona: ele abre as portas para que outros possam experimentar o mesmo. E dessa forma vencemos pela palavra do nosso testemunho.

Calebe expulsou dali os três filhos de Anaque, isto é, Sesai, Aimã e Talmai. (Joshua 15:14)

Há 9 raças de gigantes, que surgiram da atividade de anjos caídos que não permaneceram no lugar que lhes era devido, como lemos em Judas. Os Nefilins não possuíam espírito humano, então quando morreram foram para as regiões celestes, onde ocuparam montanhas e tronos.

Se quisermos tomar posse do nosso lugar de autoridade, temos que matar gigantes. E se quisermos receber nossa herança completa precisamos matar dragões também, porque se formos às regiões celestes vamos nos deparar com eles também. Eu sei isso tudo pode parecer estranho, mas eu já vi, então posso falar sobre isso. Cabe a você determinar o quê você vai fazer com isso, eu sugiro que você pergunte a Deus sobre isso e peça para Ele te mostrar.

Dragões são outra tentativa de Satanás de manipular o DNA.

No jardim, o fruto não se referia simplesmente a comer o fruto de uma árvore. Esse comer o fruto estava relacionado à mistura de DNA. Satanás envolveu Eva com sua sombra, e dessa maneira Caim foi concebido com um material genético diferente de Abel. Por isso Caim matou Abel, para acabar com a linhagem de Adão, e assim a linhagem reptiliana encheria a terra.

O DNA é importante, porque somente o DNA poderia ocupar as dimensões dos céus e receber herança. Dessa forma Satanás precisava de DNA. Na primeira criação, ele já havia tentado manipular o DNA, e contaminou a linhagem dos dinossauros com a semente reptiliana. Quando os dinossauros morreram, seus espíritos se tornaram dragões nas regiões celestes.

Os dragões ocupam nossa herança, e impedem a chegada da provisão e a da benção de Deus nas nossas vidas. Por esta razão precisamos enfrentá-los. Temos que cortar a cabeça e a cauda desses dragões, e abri-los para tirar da barriga deles tudo que eles pegaram de nós: nossos pergaminhos, e tudo o que o Senhor planejou para nós.

Precisamos matar os gigantes para assumirmos nosso lugar de autoridade; e temos que matar os dragões para receber nossa herança.

Outros artigos de Freedom ARC

Artigo original (em Inglês)